O celular e a cerimônia de casamento

Igreja não é lugar de celular. E as pessoas estão perdendo a noção disso nas cerimônias de casamento. Não apreciam a entrada dos noivos, não escutam as palavras do celebrante. Estão concentradas em fotografar, filmar e postar nas redes sociais.

A cerimônia é um momento único. É para isso que os convidados estão ali, para participar desse momento. Para ouvir os votos, desejar coisas boas aos noivos e guardar aquele momento no coração.

Mas está cada dia mais difícil. O que vemos é uma chuva de celulares ligados e até manobras surreais de pessoas para fotografar e filmar os noivos. E além da falta de respeito com o momento, gostaria que as pessoas vissem como ficam as fotos e a filmagem da cerimônia. Os noivos contratam os profissionais dessas áreas que consideram serem os melhores, para terem as melhores fotos e o melhor filme daquele momento especial. E os profissionais tem que se desdobrar para fazer uma boa foto em que não estejam todos os convidados com o celular na mão (quando isso é possível!).

Esses dias vi um registro com um fotógrafo amigo, de um casamento na praia, em que ele simplesmente não conseguia fotografar os noivos no altar sem que aparecesse uma madrinha com o celular ligado filmando a cerimônia. E ele me relatou que precisou pedir que ela saísse de lá. Isso não é implicância do profissional, ele só está tentando fazer o trabalho dele com o resultado esperado pelos noivos.

O fotógrafo irá tirar mais de mil fotos desse momento. O curta do vídeo estará postado nas redes sociais em poucos dias (às vezes, no mesmo dia!). Usem o celular na festa. Usem muito, tirem muitas fotos, com os noivos, com a sua família, com os seus amigos. Mas respeitem o momento da cerimônia.

Compartilhe: